A vida pode ser tanta coisa

Publicado por

As grandes regras para uma vida resumem-se a uma tríade perfeita que vale a pena ser vivida: maturidade, humildade e amor-próprio.
E hoje é isto que preciso ouvir, sentir e gravar do lado de dentro.
Já aprendi a aceitar tudo o que acontece-me na vida, cada vez quero ter menos razão e acima de tudo é a minha palavra que me guia, quero ter paz, paz e paz! Sossegar a alma e o coração e só deixar entrar quem eu quiser e quem quiser ficar.
Aproveitar o que de bom e de mau somos e saber que apesar da minha vontade em gostar de mim, também tenho que dar graças a Deus por tudo e todos os que pôs no meu caminho.
Irrita-me tanto quando a resposta após um: “Como está?” é “vai-se andando” e pergunto-me: o que é que está mal para simplesmente “ir andando”? Tem saúde? Trabalho? Está tudo bem com a sua família? Então tudo está bem, vai mais do que andando, por favor considere-se afortunado(a), sorria e responda “muito bem obrigado”.
Detesto quando o dizem: “vai-se andando”, como se a vida fosse um frete ou um fardo! “Vai se andando” é a inércia a tomar conta de nós, é um não usufruir do momento, é não agradecer a vida que se tem para viver e o tempo a passar. A nossa atitude já faz muita diferença para o decorrer dos nossos dias. Se começamos o dia, a semana, o mês com essa expressão”vai-se andando” então é um pouco complicado que as coisas realmente melhorem. Às vezes focamos-nos demasiado no mau e terminamos por nem ver o bom.
De facto há coisas na vida que não podemos fazer nada, a não ser aceitá-las, para mim o “vai se andando” mata me aos poucos, para mim viver e aprender, não se vai andando, anda se e pronto, anda-se, estrutura-se, cresce-se e fazem escolhas! O sit back and enjoy the ride, parece me igual ao vai se andando, serve para quando tudo está aparentemente bem, mas leva a uma paz podre ao vazio eminente. Corre atrás, faz acontecer, ama sem medos, arrisca, se doer, doeu, mas também viveu! Agora não desista por capricho, porque quer que seja o outro a fazer, Faz! Corre! Brinca! Sorri, sorri muito!
Porque a vida pode ser tanto, maravilhosa e tão bem vivida se tivermos em consciência a tríade perfeita: maturidade, humildade e amor-próprio.

Filipe Miguel

A vida pode ser tanta coisa

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s