A vida é um jogo Amar é um risco

Uma vida sem amar não é vida…
Amar é bioquímica! Filosofar sobre o assunto é uma perda de tempo.
Amar é um bem tão escasso e tão necessário.
Mas para amar, primeiro ame-te, só depois podes amar. Depois de fazeres isto, podes ir “jogar de amor”, podes arriscares-te por amor. Pois neste jogo do Amor podes colher dissabores, quem arriscar tudo no ataque sem organizar antes a defensiva…
A vida é um jogo! Amar é um risco.
Mas é o “jogo” mais belo e um doce risco…

Amar é sempre delicado
É amor quente com suores em faísca
Amar pode ser um grande atentado
Mas quem não arrisca não petisca

A vida e o Amor é um “jogo” com risco elevado!
A vida é como um jogo de xadrez, vamos jogá-lo o melhor que soubermos!
Sim, a vida é mesmo um jogo de xadrez, onde todas as peças desempenham uma função específica, mesmo parecendo que às vezes certas peças pareçam estar a mais. Mas não, nenhuma peça está a mais.
Como no xadrez, os peões desempenham lugares fundamentais ao bom desenrolar do jogo, sem eles o jogo não faria qualquer sentido!
Todas as peças são importantes e fundamentais e por vezes até aquela que julgamos menos importante pode ser responsável por uma grande jogada!
Vamos jogar!
Vamos viver!
Vamos amar!
A vida sem amar, não é vida!
A vida sem risco, não tem palpitações!
Vamos amar, vamos “jogar ao Amor”, vamos viver!
Arriscado é ficar parado sem “jogar”.
Só triunfa quem joga o “jogo do Amor”!

Filipe Miguel

A vida é um jogo Amar é um risco

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s