Tesouro

O que é que queremos encontrar nesta vida?
Um tesouro!
Sim um tesouro, mas um tesouro que não sejam jóias, obras de arte, ouro…
Um tesouro que justifique todas as loucuras e que faça bater forte o coração, que crie arrepios na pele e borboletas na barriga. Pois esse não fica nas tuas mãos, mas fica mantido no teu, no meu, no nosso coração.

Filipe Miguel

Este texto foi retirado do livro: Amores Clandestinos

tesouro

Anúncios

3 comentários

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s