não é um poema

Standard

Sento-me à janela, como um louco. Questiono a lua sobre ti. Ela não fala. Não é louca. Eu grito. Os meus vizinhos sabem onde estou, sabem que estou prestes a cair numa ida, sem volta, para a loucura. Amigos, já lá estou. Já o sou. Louco. Não tenho animais, mulher, filhos. Cresce a barba e […]

via não é um poema — Plebs’ Proclamation

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s