Mar Raso — Pássaros Estranhos

As estrelas preenchem o céu dessa noite. Estou sentado no alto de um pequeno morro, uma brisa salgada atinge meu rosto com uma saudade inexpressiva. Uma saudade nostálgica que acredito que talvez seja o pior tipo pois, é como sentir falta de um tempo, e não de alguém. Nesse momento, vejo a luz das estrelas […]

via Mar Raso — Pássaros Estranhos

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s