A MÁGICA

Sonho, logo escrevo

O sol posicionava-se para pôr-se por detrás dos arranha-céus da megalópole de todas as cores.
A massa conduzia-se às moradas e a fauna dos ares da floresta de pedra preparava-se para acoitar-se na noite enquanto a parelha caminhava preludiando as descobertas que estavam por vir. O destino construiu uma sequência de momentos singulares, momentos incríveis, com extremo esmero. Passei uma tarde com uma sonância em minha mente e, de repente, que louco! De forma simples, natural e perfeita… tão perfeita como num passe de mágica, fui agraciado com aquele mesmo som. Desliguei-me do universo e vivi o momento, senti Everlong de uma forma como nunca havia sentido canção alguma. Atônito, a apreciar o aroma de milhares de páginas de conhecimento e a tocar brochuras, pôsteres e revistas, pude sentir a felicidade aflorar-se em meu âmago e no alheio. Havia uma forte conexão. A mágica ficava mais forte. Eu enxergava naquele…

Ver o post original 84 mais palavras

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s