LÁGRIMAS

Blog MarceloKassab

lágrimas

Acho que já presenciei todos os tipos de lágrimas. Desde as manhosas infantis, passando pelas dissimuladas até as mais verdadeiras, derramadas por dor ou acolhidas pelos versos, livros, pinturas e músicas.
Anatômica e friamente falando, as lágrimas são secretadas por glândulas lacrimais principais, acessórias e por vários canais excretores, acumulando-se no chamado saco lacrimal. Possuem a função de proteção e lubrificação dos nossos olhos, não sendo derramadas a menos que o sistema límbico( o da emoção) seja ativado.

Neste momento, deixamos de ser apenas um modelo anatômico e começamos a nos enxergar como seres humanos, sujeitos aos estímulos que nos tocam o coração no sentido mais lírico do órgão.
Há as lágrimas que secam feito rio no estio, pelo sofrimento constante e sem trégua. Elas parecem findar à medida que o tempo passa como se um grande lenço tecido por inúmeras decepções as enxugassem constantemente, disfarçando emoções e tentando esconder…

Ver o post original 274 mais palavras

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s