PONTE DE TRAJANO EM CHAVES, os romanos em Portugal

AreiabranquiCidade

Você vai dirigindo por uma estrada portuguesa e fica na dúvida. Será que vale a pena entrar nessa cidade indicada na placa? Com certeza vai valer a pena, mesmo que não tenha havido indicação prévia. Seja por sua arquitetura antiga ou por seus monumentos, sentimentos agradáveis nos surpreendem em cada cidade ou até vilarejo.

Viajando de Lisboa para Santiago de Compostela, depois de um dia na cidade do Porto e dois em Coimbra, decidimos entrar em Chaves para almoçar. Será que vale a pena? – alguém perguntou.

Entramos. E nos deparamos com uma cidade limpa, agradável, que na época dos romanos chamava-se Aquae Flaviae. O aglomerado urbano originou-se em torno de um balneário termal importante, além de um centro religioso dedicado às Ninfas. Logo percebemos que nossa presença se estenderia para algo bem mais que um simples almoço.

O ponto alto foi conhecer, no centro da cidade, a Ponte…

Ver o post original 348 mais palavras

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s