Contigo… é sempre a primeira vez

Standard

Ivo Rocha da Silva

É sempre a primeira vez… mesmo que seja a última. É assim desde que o mundo gira e os nossos caminhos se cruzam. Só nós. Vê bem: vamos negando um sentimento que o mundo inteiro já conhece. Seria mais fácil esquecer, sim. Rasgar esta carta, como se assim não existíssemos. Não dá… a cada olhar me tens mais. A cada sorriso te tenho mais. A cada sussurro nos entregamos mais.

Não dá… vamos evitando os sinais, como quem foge do que quer por capricho ou debilidade. É medo? Entrega-te. É dúvida? Acredita. É vontade? Então vem. Será como a primeira vez. Lembras-te? O primeiro olhar. O primeiro sorriso. A primeira conversa. Quem sabe, um primeiro beijo. A primeira noite ao luar, a contemplar estrelas e a planear o impossível. Ou a primeira vez em que os nossos corpos se encontram e entregam com vontade à essência do sexo intenso.

Enfim…

View original post mais 60 palavras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s