Aldeia da Pena, São Pedro do Sul

Standard

Chegar à mítica aldeia da Pena é só para os mais destemidos. É que a estrada que encaminha para este local é íngreme e nela só passa um carro de cada vez, apesar de ter dois sentidos.
Localizada num vale profundo no coração do maciço da Gralheira, a aldeia situa-se na bem apelidada freguesia de Covas do Rio, em São Pedro do Sul. A Aldeia da Pena é um daqueles lugares que apenas julgávamos existir na nossa imaginação, coberta grande parte do dia sobre a penumbra do Vale, a pequena aldeia talhada a Xisto, é um lugar mágico que convida à contemplação, com o seu enquadramento único na paisagem aliado ao casario típico. O bem preservado casario de xisto e ardósia observa-se logo desde o cimo do monte, oferecendo um cenário único e inspirador. A aldeia é atravessada por uma pequena ribeira de águas frias e cristalinas serpenteia por entre o vale.
Não se assuste com a primeira aventura porque depois de descer às profundezas, é garantido que a visita vale bem a pena!

1 ald

Localizada mesmo no coração do maciço da Gralheira, esta é uma zona agreste, de tal forma que sobre a aldeia domina a sombra, já que o sol chega ao casario apenas poucas horas por dia. A falta de luz natural, principalmente no inverno, quando há apenas três horas diárias, não retira a este local a sua beleza singular. Perca-se, por isso, pelos caminhos estreitos, olhe em redor e inspire-se neste recanto escondido pelos montes, que produz tão belas habitações onde ao logo dos anos foi vivendo uma população combativa.
A visitar está o miradouro do Penedo da Saudade e da Serra de São Macário.

2 ald.jpeg

A Adega Típica da Pena serve na aldeia as iguarias da gastronomia local: o presunto, o queijo da serra, e os enchidos, mas também pratos mais densos como feijoada, arroz de cabidela de galinha, cozido à portuguesa à moda da Pena, vitela assada no forno a lenha e borrego assado com batatas, sempre na boa companhia de vinho verde. À sobremesa não deixe de provar o doce de sopa seca e as filhós da Pena. Vai querer levar para casa uma recordação desta encantadora aldeia! Além da adega, há outras lojas que vendem de artesanato local, como as miniaturas representativas da aldeia, em madeira e xisto, ou a cera do favo de mel, cortado em tiras e utilizado para fazer velas.

PICT4506001.jpg

Características:

– Difícil Acesso
– Ideal para caminhadas
– Contacto com a Natureza
– Gastronomia Local

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s