És a minha tela perfeita

Standard

Filipe Miguel

Hum!
Esse teu olhar maroto.
Esses teus lábios quentes e macios.
Esse teu jeito sedutor.
Esse teu corpo sexy.
Essa tua maneira sensual.
Tens um poder fatal de sedução.
Vem!
Toca-me. Abraça-me. Sente-me. Beija-me. Prova-me. Sem pudores, sem vergonha, sem receios nem malícias, mas com muita vontade e desejo. Com a mesma vontade e desejo que um pintor tem para pincelar na sua tela.
O pintor deve evitar a monotonia, a cada pincelada, um melhoramento. Em cada pincelada ele coloca todo o seu amor, toda a sua vontade, todo o seu desejo, todo o seu esforço, toda a sua harmonia. Em cada linha, em cada detalhe ele define-se, ele coloca tudo para manter a chama acesa sem vacilar.
Vem ser a minha tela!
Deixa-me ser o teu pintor!
Juntos vamos fazer o quadro perfeito!

Filipe Miguel

És a minha tela perfeita

View original post

Anúncios

Livro Amores Clandestinos

Standard

“…
Faz falta hoje em dia esse tempo, tempo de carinho, de abraços, de beijos. Tempos em que sentíamos um friozinho na barriga, borboletas no estômago, uns arrepios pela espinha, outros arrepios pela pele.
…”

Filipe Miguel

1 Que tempo é este Parte 2 Amores Clandestinos.PNG

Este pequeno excerto foi retirado do livro “Amores Clandestinos”.
O livro já se encontra à venda nos locais habituais e em http://www.chiadobooks.com/livraria/amores-clandestinos