7 locais maravilhosos em Bragança

Standard

A cidade de Bragança, situada no Norte de Portugal, na região de Trás-os-Montes, conta com cerca de 20 mil habitantes no perímetro urbano.

É uma cidade localizada entre serras e vales, com muita história e tradições seculares, monumentos imponentes e uma gastronomia única.

Pela Rua Central chega-se à fronteira, e é possível pôr os pés em Espanha sem sair da mesma aldeia. Dividida ao meio e com uma igreja de cada lado, para garantir que há uma missa dita em espanhol e outra em português, Rio de Onor é o exemplo mais concreto (e caricato) de uma região que vive paredes meias com o país vizinho. Capital de distrito mais a norte de Portugal, a 500 quilómetros de Lisboa e com toda a faixa nordeste limitada por Espanha, Bragança está mais acessível desde a inauguração do túnel do Marão, em maio de 2016, e a verdade é que não lhe faltam motivos para justificar uma viagem.

Das aldeias típicas ao Parque Natural de Montesinho, passando pela famosa posta mirandesa, as máscaras transmontanas ou até a rua que concentra cinco museus, aqui fica um roteiro brigantino em sete paragens.

Gimonde

Gimonde

Uma verdadeira terra transmontana. Paisagens incríveis e um património rico e rural, fazem de Gimonde um local ideal para passar um fim-de-semana.
Gimonde é uma aldeia e freguesia do concelho de Bragança, com 16,5 km² de área e 341 habitantes (2011).

Montesinho

Montesinho

Montesinho é uma aldeia típica transmontana, situada nos contrafortes da Serra de Montesinho, a cerca de 1000 metros de altitude, em pleno Parque Natural de Montesinho.

Castelo de Bragança

Castelo de Bragança

Foi construído por volta de 1409 a mando do Rei D. João I, com uma impressionante torre de menagem (34 metros).

Cidadela de Bragança

Cidadela de Bragança

Uma cidade dentro de outra com quase 900 anos de diferença.

Mosteiro de Castro de Avelãs

Mosteiro de Castro de Avelãs

Mosteiro de Castro de Avelãs. Castro de Avelãs, Bragança, Portugal.
Castro de Avelãs é uma aldeia cuja visita é indispensável, para poder conhecer o seu importante património onde se eleva um antigo mosteiro clunicense.

Sé velha de Bragança

Sé velha de Bragança

Foi construído no século XVI para ter as funções de um convento. Em 1764, com a transferência da sede da diocese de Miranda do Douro a Bragança, o edifício passou a ser a catedral diocesana.

Rio de Onor

Rio de Onor

A aldeia de Rio de Onor está inserida no Parque Natural de Montesinho, concelho de Bragança, sendo atravessada pela fronteira com Espanha.
De um lado, Rio de Onor, do outro, Rihonor de Castilla. Esta aldeia comunitária é uma das mais bem preservadas do Parque Natural de Montesinho, com casas típicas serranas em xisto com varandas alpendradas, muito bem recuperadas.

Este são apenas 7 locais maravilhosos que merecem uma visita obrigatória em Bragança, mas como estes, existem muito mais, o melhor mesmo é visitar a cidade e aproveitar para dar um salto ao Parque Natural de Montesinho.

Anúncios

Pensando, Sonhando, Vivendo e Refletindo

Standard

“Tudo o que é fácil, depressa desaparece. O mal do ser humano é não saber dar valor a tudo o que tem.
É nos grandes desafios e nas grandes conquistas que trazem o prazer contínuo e aquele que nos satisfaz!”

Filipe Miguel

16-Pensando, Sonhando, Vivendo e Refletindo.jpg

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Já disponível em livro à venda nos locais habituais e em http://www.chiadobooks.com/livraria/amores-clandestinos

Livro Amores Clandestinos

Standard

“…
Decidi que o tempo não é apenas amanhã, todos os sonambulismos snobs me tornaram premente em obséquios de lembranças que se intentam em fugas de já não me existires. E antes que eu próprio não me exista, opto eu, não pela fuga, mas pela lembrança de que ainda me sou corpo e vida.
…”

Filipe Miguel

2 Decidi que o tempo não é apenas amanhã Amores Clandestinos.PNG

Este pequeno excerto foi retirado do livro “Amores Clandestinos”.
O livro já se encontra à venda nos locais habituais e em http://www.chiadobooks.com/livraria/amores-clandestinos