Signo Leão: nascidos a 4 de Agosto

Os nascidos no dia 4 de agosto são espíritos livres e rebeldes que sempre optam pelo caminho menos transitado, ainda quando o caminho mais frequentado não tenha nada de mau. Sua recorrente rejeição às limitações de qualquer natureza, combinado com seu ódio à aceitação irreflexiva do status quo, frequentemente faz com que se comportem, ajam ou vistam de uma maneira um tanto perversa ou que defendam posições pouco convencionais.
São pessoas inteligentes, compassivas e com uma força de vontade invejável, sendo que sua resistência às limitações lhes proporciona um enorme potencial para a inovação.
Quando canalizam suas energias positivamente, usufruem da capacidade de iluminar e alegrar os outros. Mas os outros devem tomar cuidado para não ameaçarem esta necessidade de independência, já que a liberdade de pensamento é de suma importância para eles. Tal é sua aversão a se submeterem à autoridade ou às diretrizes dos outros que desde muito jovens podem começar a rejeitar oferecimentos de ajuda bem intencionados, basicamente pelo medo de que sob sua aparente amabilidade se escondam motivações sinistras. Levado ao extremo, isto pode torná-los ferozmente independentes e ao mesmo tempo condená-los a mais absoluta solidão.
É muito provável desde a infância os nascidos neste dia gostem de ser o centro das atenções. No entanto, por volta dos dezoito anos de idade adentram num período durante o qual aproveitarão muitas oportunidades para tornarem-se mais escrupulosos, reflexivos, seletivos e eficientes em seu entorno laboral.
É necessário que aproveitem estas oportunidades para aprender a arte da diplomacia e o compromisso, porque isto facilitará muito suas vidas.
Completados os quarenta e oito alcançarão outro ponto de inflexão e colocarão ênfase nos relacionamentos e no cultivo da criatividade. Se ao longo de toda a sua vida aprenderem a distinguir entre a independência e o comportamento autossabotador, descobrirão que em vez de se sentirem sozinhos e mal interpretados, aproveitarão um imenso potencial para tornarem-se rebeldes responsáveis capazes de inspirar os outros e proporcionar-lhes orientação com uma lucidez verdadeiramente excepcional.
Desafio: Lidar com a autoridade.
O caminho a seguir é: Entender que a liberdade e a independência não necessariamente são conceitos superiores à aceitação, cooperação e diplomacia.
A favor: Originais, valentes, surpreendentes.
Contra: Descontrolados, perversos, pouco diplomáticos.

Nascidos a

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s