Dia da Tomatina

O Dia da Tomatina, ou Dia de La Tomatina, no seu nome original, celebra-se a 29 de agosto em 2018.
Este dia da tomatada celebra-se todos os anos na última quarta-feira de agosto, na cidade de Buñol, na província de Valência, durante a semana de festividades de Buñol.

Celebrações tradicionais
As celebrações começam por volta das 10h na Plaza del Pueblo, com a tentativa de alcançar um grande presunto colocado no topo de um poste seboso por parte dos mais aventurosos. Enquanto isso, as pessoas presentes cantam e dançam e levam com água no corpo. Mal o presunto cai, a festa caótica está pronta a começar. É por volta das 11h que se ouve um disparo e que chegam os camiões carregados de tomates, as munições para os participantes, para se dar início à guerra dos tomates.
Os tomates vêm de Estremadura e são cultivados especificamente para este dia, sendo de inferior qualidade e sabor. Gastam-se cerca de 150 mil tomates no Dia da Tomatina. São cerca de 100 toneladas de tomates que pintam tudo e todos de vermelho.

Regras da Tomatina
Apesar de todo o caos existem regras. A lotação foi limitada a 20 mil pessoas e o evento passou a ser organizado por uma empresa privada dada toda a despesa que gerava à Câmara Municipal de Buñol. Cada participante tem de pagar 10 euros de inscrição, apesar de haverem turistas e locais que participam gratuitamente. Quem quiser subir ao camião para obter melhores resultados no combate tem de pagar 750 euros.
-Antes de se atirar um tomate, ele deve ser esmagado, para não se ferir ninguém.
-Não se pode levar garrafas e objetos que magoem.
-Não se pode puxar pelas roupas dos presentes.
-Recomenda-se levar óculos de proteção (como os de mergulho) e luvas.
-Ao segundo tiro a batalha termina.
Depois de uma hora de diversão os bombeiros lavam as ruas e os participantes usam mangueiras dos moradores locais para se lavarem.

Origem da Tomatina
A origem do Dia da Tomatina remonta a 1945, quando num desfile de gigantones e cabeçudos uns jovens locais começaram a atirar tomates e verduras aos participantes, já que estavam chateados por não participarem também na festa. Apesar da repressão policial, nos restantes anos o gesto repetiu-se, com os moradores a tirarem tomates das suas casas e tornou-se uma tradição, até que nos anos 80 a Câmara Municipal de Buñol assumiu a organização do Dia de la Tomatina.

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s