Dia de Santa Eufémia

Standard

O Dia de Santa Eufémia celebra-se a 16 de setembro, dia do martírio da santa.
Eufémia é uma santa muito adorada em Portugal existindo várias terras com o seu nome e celebrando-se a santa não só a 16 de setembro, como também a 15 de setembro, no final de agosto e no início de setembro, variando as datas da celebração de localidade em localidade.

História de Santa Eufémia
Eufémia nasceu em Calcedónia, atual Turquia, por volta de 288 e morreu por volta de 307, também em Calcedónia.
Filha de um senador e criada numa família nobre com ideais cristãos, Eufémia tornou-se um exemplo de virtude, modéstia e de beleza para a população.
A jovem foi descoberta juntamente com outros cristãos a rezar a Deus, o que infringia as ordens do governador Prisco. Perante as recusas de renunciar à fé cristã, e em participar nos sacrifícios aos deuses romanos, Eufémia foi presa e torturada na roda, assim como atirada aos leões da arena. Segundo a lenda de Santa Eufémia, os leões teriam se deitado aos seus pés, sendo preciso um carrasco lançar a sua espada diretamente ao coração da jovem para a matar.
O corpo da mártir foi recolhido e sepultado pelos cristãos da cidade, num local onde mais tarde se construiria uma igreja em honra da santa.

Concílio de Calcedónia e relíquias
Foi precisamente nesta igreja que se registou um milagre atribuído a Santa Eufémia em 451. Como não se chegava a uma decisão entre os 630 representantes da igreja presentes no Concílio de Calcedônia, duas grandes confissões de fé foram colocadas em papel no túmulo da santa, que foi selado e vigiado por três dias. Ao abrirem o túmulo da santa, encontrou-se o papel que confirmava as duas naturezas de Cristo, humana e divina, na mão direita de Eufémia, e o papel que sustentava a heresia monofisita aos pés da santa. Foi assim que se adotou a dupla natureza de Cristo.
As relíquias de Santa Eufémia que eram adoradas por multidões foram transladadas por diversas vezes, devido à invasão de Calcedónia pelos persas e pelas perseguições dos iconoclastas. No ano 800 a sua sepultura deu à costa do mar Adriático, na atual Croácia. O seu corpo, que continua ainda hoje intacto, pode ser venerado na catedral da cidade de Rovinj.

Santa padroeira e representação
Santa Eufémia é considerada a padroeira da pele, protetora das doenças dermatológicas. A ela recorrem as pessoas com cravos, com queda de cabelo e com diversos problemas na pele.
Santa Eufémia de Calcedónia é representada tradicionalmente com um lírio (ou palma) de martírio numa mão e com o texto sagrado noutra mão, ou então com uma espada cravada no peito e com leões a seus pés.

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s