Que dia é hoje?

Hoje é quarta-feira, dia 19 de Setembro de 2018.

Dia do ano: 262, faltam 103 dias para terminar o ano 2018

Semana do ano: 38

Ano 2018 já vai a 71.8%

Lua de Hoje: Quarto Crescente

Em que lua estamos?
Lua Crescente
A lua de hoje está 72.79% visível e está a crescer. Faltam 6 dias para a fase Lua Cheia.

Distância da Lua à Terra: 405121.72 km
Idade da Lua: 9.61 dias
Fase da Lua: Crescente
Próxima fase da Lua: Lua Cheia
Visibilidade da Lua: 72.79%

Os nascidos nesta data pertencem ao signo Virgem, destacando-se o Rei francês Henrique III (1551), o astrónomo francês Jean-Baptiste Joseph Delambre (1749), o escritor inglês e Prémio Nobel da Literatura William Golding (1911), o cantor e compositor norte-americano Paul Williams (1940) e a modelo e atriz britânica Twiggy (1949).

Em 1985, falecia o escritor italiano Italo Calvino e, em 2002, a atriz e encenadora portuguesa Maria Helena Matos. Nesta data, em 1571, era assinada a carta de doação, a favor de Paulo Dias de Novais, que criava a capitania de Angola.

Em 1952, quando decorria a fase mais dura da “caça às bruxas” do macartismo, os EUA negavam a entrada de Charlie Chaplin no país, após uma visita a Inglaterra. Em 1955, demitia-se o presidente argentino Juan Peron. Em 1956, Amílcar Cabral e cinco companheiros fundavam, em Bissau, o PAIGC, Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde.

Em 1971, era inaugurado, na Madeira, o aproveitamento hidroelétrico da Fajã da Nogueira. Em 1975 tomava posse o VI Governo Provisório, liderado pelo almirante Pinheiro de Azevedo. Em 1985, um sismo de intensidade 7,8 na escala de Richter destruía grande parte da Cidade do México, causando dezenas de milhar de mortos, feridos e milhões de desalojados.

Em 1988, a canção “Yesterday”, do Beatles John Lennon e Paul McCartney, recebia, em Nova Iorque, o prémio “Million-air” pelo facto de ter sido difundida cinco milhões de vezes. Em 1989, era criado, em Macau, o Instituto Português do Oriente, organismo que associa o território de Macau à Fundação Oriente e ao ICALP.

Em 1992, o Presidente da República Portuguesa, Mário Soares, iniciava, em Viana do Castelo, a primeira presidência aberta do seu segundo mandato. Em 1995, Diogo Freitas do Amaral tomava posse, em Nova Iorque, como Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas e o Washington Post publicava o “Manifesto do Unabomber”.

Em 1996, era constituída, em Lisboa, a Associação dos Realizadores de Cinema e Audiovisuais, presidida por José Fonseca e Costa. Na mesma data, morria o repórter fotográfico Nuno Ferrari, 62 anos. E o Parlamento Europeu exigia a libertação dos presos políticos, na Indonésia.

Em 1997, os participantes na Conferência de Oslo adotavam o Tratado de interdição de minas antipessoais. Em 1999, desembarcavam em Díli os primeiros soldados da força multinacional de paz para Timor-Leste (INTERFET). Em 2002, o Governo Regional da Comunidade de Madrid concedia a Medalha Internacional das Artes 2002 ao arquiteto português Álvaro Siza Vieira.

Em 2003, o caso FP-25 transitava em julgado por o Ministério Público não ter recorrido para o Supremo Tribunal de Justiça. Em 2004, a atleta portuguesa Vanessa Fernandes vencia, pela terceira vez consecutiva, a Taça do Mundo de Triatlo.

Em 2005, a Coreia do Norte e os EUA comprometiam-se a respeitar mutuamente a soberania dos dois países. A Coreia prometia suspender o programa nuclear.

Em 2006, o Juiz-Conselheiro Fernando Pinto Monteiro, do Supremo Tribunal de Justiça, era nomeado para o mandato de seis anos de Procurador-Geral da República. A posse terá lugar a 09 de outubro, dois dias depois do termo do mandato de José Souto Moura. Em 2007, o projeto do governo turco de incluir na nova Constituição um texto que autorize o uso do véu islâmico nas universidades provocava um violento debate sobre a questão na Turquia.

Em 2008, a proposta do Governo de revisão do Código de Trabalho era aprovada, na generalidade, com os votos favoráveis do PS, abstenções do PSD e CDS-PP, e os votos contra da oposição de esquerda e de quatro deputados socialistas. O PS votava sozinho, no Parlamento, a proposta de lei do Governo com medidas fiscais anti cíclicas, incluindo a taxa “Robin dos Bosques” sobre os combustíveis.

Em 2009, morria Fernando da Costa Andrade, “Ndunduma”, escritor angolano e deputado do MPLA, 73 anos.

Em 2011, a RTPN, canal de notícias por cabo da estação pública, passava a chamar-se RTP Informação e aparecia com uma nova grelha e imagem. Na mesma data morria Fernando Monteiro, escritor e jornalista cabo-verdiano, aos 60 anos, na Cidade da Praia, vítima de doença prolongada.

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s