Dia Mundial do Escritor

Hoje, dia 13 de outubro comemora-se mundialmente o Dia Mundial do Escritor. A data é uma homenagem a todos aqueles que expressam em palavras as suas emoções e vivências, de forma a contar histórias que nos emocionam a cada leitura.

Seja em um site/blog ou em um livro, escrever é compartilhar, dialogar, discutir, confrontar ideias. Escrever é fazer das palavras um alimento para a imprescindível necessidade de comunicar. Para Clarice Lispector, “escrever é também abençoar uma vida que não foi abençoada”.

Associamos muito a “escritor” aquele ser com vários livros publicados, ou que vivem de evento em evento mundo a fora, mas vocês já pararam para pensar naqueles anônimos? Que por se tratar de um iniciante sem nenhum reconhecimento na internet ou em qualquer outro canto, foram deixados de lados com suas obras espetaculares? Quantas vezes já entrei em algumas plataformas onlines e vi textos maravilhosos, com enredos sensacionais, entretanto que ainda não receberam a oportunidade de brilhar.

Carlos Drummond de Andrade define o escritor como aquele que tem “não somente uma certa maneira especial de ver as coisas, senão também uma impossibilidade de as ver de qualquer maneira”.

Ninguém sabe ao certo por que as pessoas são atraídas pela literatura. Talvez seja pelo desejo de compartilhar sentimentos, como paixão, humor, críticas e até complexos anseios estéticos. O Dia Mundial do Escritor é celebrado em 13 de outubro: parabéns a esses artistas que se expressam por meio da palavra escrita, contando e encantando suas histórias.

Carlos Drummond de Andrade define o escritor como aquele que tem “não somente uma certa maneira especial de ver as coisas, senão também uma impossibilidade de as ver de qualquer maneira”. Um olhar e sua apreensão única da realidade parece ser um ponto central no entendimento do escritor. O crítico literário John Gledson, ao debruçar sobre a obra de Machado de Assis, descreveu o olhar do autor como “um foco de luz”, já que trazia aos olhos do leitor uma nova visão do cotidiano.

A última década modificou muito a dinâmica da escrita/leitura de textos. A internet, mídia que abraçou todas as outras mídias, trouxe uma dinâmica toda especial à circulação de textos. São diversos sites sobre literatura, poesia, novos autores, comunidades de discussão… Enfim, todo um círculo literário online. Não é difícil encontrar blogs com crônicas e textos de alta qualidade.

Dos blogs para os livros. Este foi o caminho do escritor paulistano Daniel Galera, que começou na internet e hoje já tem lançados três livros, sendo o último Mãos de Cavalo, publicado pela Companhia das Letras. O caminho inverso também é verdadeiro. O consagrado escritor português José Saramago, prêmio Nobel de Literatura, estreou recentemente, aos 78 anos, um blog na internet. Ele, assim como milhares de outras pessoas, compartilha pequenos textos, memórias, fatos do cotidiano…

Seja em um blog ou em um livro, escrever é compartilhar, dialogar, discutir, confrontar idéias. A escrita relaciona-se com esses mais instintivos sentimentos do homem. Escritor é aquele que leva isso ao cabo, fazendo das palavras um alimento para essa nossa imprescindível necessidade de comunicar.

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Dia Mundial do Escritor.jpg

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s