Dia Mundial da Bengala Branca

A UNESCO e a União Mundial dos Cegos declararam no dia 15 de outubro como o Dia da Bengala Branca , ou melhor conhecido como o Dia Mundial da proteção dos cegos.
O Dia Internacional da Bengala Branca, efeméride que tem por objectivo reconhecer a independência das pessoas com deficiência visual e sua plena participação na sociedade.

Em todo mundo a Bengala Branca é o símbolo global de independência e mobilidade das pessoas cegas ou com pouca visão, sendo que a data foi instituída pela Federação Internacional de Cegos, em 1970. Nesta data dando importância, à esse dia celebrando o Dia da conservação da Bengala Branca, o que contribui a sensibilizar à sociedade a respeito dos obstáculos que as pessoas que não enchergam enfrentam para sua livre circulação, representando uma contribuição à integração.

Ao longo da história, as pessoas sem capacidade visual levaram bengalas como ajuda para mover entre os obstáculos. Mas no século XX começaram a enfrentar novos reptos aterradores quando os automóveis substituíram aos carruagens nas ruas das cidades que com frequência não tinham semáforos nem linhas de pedestres. As bengalas simples ainda funcionavam para que pudessem caminhar pelas calçadas , mas não serviam como sinal de advertência aos automobilista. Um homem inglês cego chamado James Biggs afirmou ter encontrado a resposta em 1921 quando pintou sua bengala de cor branca. Uma década depois, esta singela invenção começou a destacar e estender-se.

A bengala branca converteu-se em um símbolo da independência, confiança e habilidades daqueles que confiam na bengala branca para guiar seu caminho pela vida. A bengala branca é um elemento que permite a cego e deficientes visuais poder ser movido com segurança e independência. Seu desenho e sua técnica de manejo facilitam o rastreamento e detecção oportuna de obstáculos que se encontram nas ruas. Segundo um relatório oficial de OMS, no mundo há aproximadamente 285 milhões de pessoas com deficiência visual, das quais 39 milhões são cegas e 246 milhões apresentam baixa visão. Estima-se que o número de crianças com deficiência visual chegou a 19 milhões, dos quais 12 milhões padecem devido erros de refração, facilmente diagnosticáveis e corrigíveis . 1,4 milhões de menores de 15 anos sofrem cegueira irreversível e precisam intervenções de reabilitação visual para seu pleno desenvolvimento psicológico e pessoal.

Desde antes , 80% do total mundial de casos de deficiência visual podem ser evitado ou curados.

A cegueira é uma diversidade funcional de tipo sensorial que consiste na perda total ou parcial do sentido da vista. Pessoas com pouca visão: são os que mantêm um resto visual que lhes permite ver objetos a poucos centímetros. A estes não lhes deve chamar nunca cegos nem deve educar como tal, ainda que tenham que aprender procedimentos “tactile” para aumentar seus conhecimentos.

Segundo cientistas, o número de pessoas que padecem de cegueira total pode triplicar no mundo a partir do ano 2050 e aumentar até 115 milhões, em comparação com os atuais 36 milhões, devido ao envelhecimento da população. Assim mesmo, 588 milhões terão uma vista limitada.

O maior número de pessoas com cegueira e problemas de vista registra-se na Ásia do Sul e nos países africanos situados ao sul do Sahara.

A deficiência ou a perda da vista além de problemas que implica para o paciente, tem consequências econômicas e sociais para a sociedade.

Os pacientes perdem a capacidade de fazer algumas atividades e a sociedade estará privada de aproveitar as capacidades destas pessoas.

Estas deficiências físicas afetam a qualidade de vida do paciente e motiva seu isolamento, problemas psicológicos e altas despesas para o sistema sanitário.

Doenças, acidentes, velhice e herança causam a cegueira ou problemas visuais que afetam a vida de milhões de pessoas no mundo. Enquanto existem algumas vias para curar algumas causas da cegueira, mas a prevenção é uma via segura para prevenir este problema.

Neste sentido, a Organização Mundial de Saúde coordena as iniciativas internacionais em favor da redução das deficiência visuais. A OMS dirige várias alianças internacionais de governos, no setor privado e organizações da sociedade civil cujo propósito é contribuir para a diminuição de doenças causadoras da cegueira. Assim mesmo, proporciona liderança técnica para atividades realizadas contra doenças concretas por seus sócios ou o setor privado tendo em vista a eliminação mundial do tracoma até 2020.

Aproximadamente 90% do ônus mundial de deficiência visual concentra-se nos países de rendimentos baixos.

A distribuição mundial das principais causas deste problema visual é como segue: erros de refração (miopia, hipermetropia ou astigmatismo) não corrigidos, cataratas não operadas e glaucoma.

As cataratas podem ser extraída só com cirurgia. Se os sintomas de catarata não atrapalha demasiado, não faz falta ao remover. Pois só precisa de uma nova receita de óculos para conseguir ver melhor. Deve considerar a cirurgia das cataratas quando ela te impede fazer coisas que queira ou precisa fazer. Não obstante, nos países em via de desenvolvimento e de baixos rendimentos, muitos pacientes devido não ter acesso de facilidades de tratamento, permanecem cegos, e a catarata segue sendo uma das principais causas da cegueira.

Glaucoma é a segunda causa da cegueira no mundo, e anualmente milhões de pessoas devido a esta doença perpetuam no mundo da escuridão. A maioria das pessoas afetadas não apresentam sintomas nas primeiras fases da doença; mais adiante aparecem defeitos no campo visual e perda progressiva de visão.

A diabetes é outra doença que motiva a cegueira. Os que sofrem diabetes padecerão a cegueira 25 vezes mais que outros. Neste sentido, Em resposta ao crescente ônus de mortalidade derivada de doenças oculares crônicas, a OMS coordena um esforço mundial de investigação orientado a identificar serviços e políticas de luta contra a retinopatía diabética, o glaucoma, a degeneração macular associado à idade, e os erros refractivos.

O comportamento da sociedade com os cegos faz um papel importante no desenvolvimento e crescimento dos talentos dos cegos, desta maneira, há que destacar o papel da sociedade, escola e família para motivar às pessoas com dificuldade visual.

Felicitamos no dia mundial da bengala branca e esperamos que os governos se esforcem para cumprir com os direitos dos cegos para que a cegueira nunca seja uma barreira para o crescimento e avanços de todas as pessoas.

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Dia Mundial da Bengala Branca

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s