Controla apenas o que podes controlar

Há quem diga que a sorte se faz por merecer, outros dirão coincidência. Eu acredito que a sorte só se faz se fizermos por isso, se fizermos por merecê-la. Nada vai cair do céu, nem nada vem servida numa bandeja de ouro. A sorte somos nós que a fazemos, mas só se estivermos mesmos dispostos a isso, dispostos por merecê-la.

Se quiseres deixar tudo ao gosto do destino, tudo ao sabor do vento. Se não te quiseres esforçares, se não fizeres por merecer, se não quiseres investir um pouco de ti e algum do teu tempo, se não avanças… e se tiveres muita motivação. Então não há motivos para te queixares da falta de sorte. Apenas fizeste por não mereceres nada. Se não mexeres uma palha, ninguém o vai fazer por ti.
Mexe-te e deixa de andares ao sabor do vento. Assim nunca vais conseguir nada e depois vais falar que é falta de sorte. Mas não! É falta de empenho da tua parte.

Devemos apenas nas mãos do destino só aquilo que não conseguimos ou que não podemos controlar. Devemos concentrar todas as nossas forças naquilo que podemos controlar, naquilo que podemos viver, naquilo em que podemos fazer a diferença.
Tudo depende apenas de cada um de nós, esta sorte e este destino.
Vamos deitando sementes ao longo da caminhada que é esta vida, depois ou brota uma linda flor ou uma erva daninha coberta de espinhos.
Nós semeamos as nossas atitudes e depois vamos colhemos o que semeamos.

Filipe Miguel

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Controla apenas o que podes controlar.jpeg

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s