Dia da indústria automobilística – Brasil

A história da indústria automobilística no Brasil inicia em 1952, e que segundo a Wikipédia o governo cria dentro da CDI a “Subcomissão de Jipes, Tratores, Caminhões e Automóveis”, presidida por Lúcio Meira. De seus estudos resultam o Aviso 288 (agosto de 1952) da Carteira de Exportação e Importação do Banco do Brasil (CEXIM), que limita a concessão de licenças para a importação de autopeças que já eram produzidas no país e o Aviso 311 (abril de 1953) vetando a importação de veículos completos e montados. No segundo governo de Getúlio Vargas (1951-1954) restringiu a importação de veículos prontos e criou comissões para atrair fábricas de carros e caminhões para o país. Isto se refletiu no aumento de reportagens sobre o setor. Em 1956, a Romi iniciou a produção da pequena Isetta, o primeiro automóvel produzido no Brasil. No mesmo ano, a Vemag lançou a caminhonete DKW.

O primeiro teste, da Rural-Willys, foi publicado no dia 5 de dezembro de 1959. A reportagem tinha medições de aceleração, consumo, retomada e até margem de erro do velocímetro. Além disso, havia uma ficha técnica bem completa e uma análise de prós e contras do veículo.

Testar veículos era algo inovador no fim dos anos 50 e início dos 60. Para começar, era preciso explicar o conceito aos diretores das indústrias recém-instaladas. No teste de consumo, um reservatório para um litro de combustível ia preso sob o capô. O carro rodava até acabar o combustível.

Para mostrar aos empresários do setor automotivo as diversas autopeças nacionais, é lançada no Aeroporto Santos Dumont, RJ em 20 de janeiro de 1953 a 1ª Mostra da Indústria Nacional de Autopeças.

A primeira que chega é a Volkswagen, em abril de 1953, inaugurando sua fábrica no bairro do Ipiranga, em São Paulo/SP. Em Julho de 1955 transforma-se em Sociedade Anônima (Volkswagen do Brasil S.A.) com 80% de capital alemão e 20% do grupo Monteiro Aranha. No final do ano muda-se para um prédio próprio no km 23,5 da Via Anchieta em São Bernardo do Campo/SP.

A segunda empresa a vir para o Brasil é a alemã Mercedes Bens, que na verdade foi a primeira a assinar um contrato com a CDI, mas só iniciou a construção da sua fábrica em outubro de 1953, no km 15 da Via Anchieta.

Em 15 de maio de 1956, é criada a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), que absorve o sindicato específico da categoria.

Hoje o cenário é outro onde provavelmente nem o mais positivo dos homens na época poderia imaginar no que se tornou a indústria automobilística em nível de tecnologia no Brasil.
Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Dia da indústria automobilística.jpg

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s