Dia de Santa Otília

O Dia de Santa Otília é comemorado no dia 13 de dezembro pela Igreja Católica em homenagem à santa, também chamada Odila, que viveu entre cerca de 660 e 720 da era cristã na região da Alsácia, hoje parte da França, no limite com a Alemanha e a Suíça.
Santa Otília foi canonizada em 1807 pelo Papa Pio VII e é a padroeira da Alsácia, sendo também uma santa invocada para a boa visão.

A vida de Santa Otília
Da mesma forma que outros santos dos primórdios da Igreja Católica, Santa Otília é conhecida graças a pequenos textos que foram preservados. Os registros sobre ela são anônimos, tendo sido escritos por volta de 950.
Na época de Otília, o século VII, a Alsácia era parte da Alemanha e tinha como governante Aldarico, nobre que desejava um filho para sucedê-lo no governo. Aldarico havia sido batizado há pouco tempo, não sendo um cristão muito fervoroso, embora aprovasse as obras de caridade praticadas por sua esposa, Benvinda, que era uma cristã muito mais dedicada e fervorosa.
Sua esposa ficou grávida, mas sua felicidade foi truncada ao saber que havia nascido uma menina cega. Expulsa do castelo, a menina foi entregue às religiosas de um mosteiro, onde foi educada.
Certo dia, o mosteiro recebeu a visita de um bispo, Heraldo, que afirmava ter vindo atender a ordem de um anjo que o mandara para batizar uma menina. As freiras apresentaram a menina cega, que foi batizada com o nome de Odília, cujo significado é “luz de Deus”.
Após o batismo, Heraldo teria dito: “Que os teus olhos do corpo se abram, como foram abertos os olhos de tua alma”. A partir desse momento, Otília passou a enxergar, recebendo ainda o dom da profecia. Em sua vida, tornou-se uma das maiores místicas do cristianismo de sua época, com previsões que ainda hoje impressionam os que dela têm conhecimento.
A história registra que ela passou a ser chamada de Otília e que o bispo Heraldo foi ter com Aldarico para que a recebesse de volta. O duque já tinha um filho, Hugo, irmão mais novo de Otília, e, portanto, não viu problemas em recebê-la, já que possuía um sucessor.
Otília cativou o coração de seu pai com seu jeito meigo de ser e ele, arrependido e movido pelo amor paterno, procurou arrumar-lhe um bom casamento.
Otília queria seguir a vida religiosa e, para não aceitar as ordens do pai, fugiu. Ainda movido pelo amor, o pai a perdoou pela fuga e aceitou que seguisse a vocação, prometendo edificar um mosteiro para Otília.
O castelo de Hohenbourg, no alto de uma montanha às margens do rio Reno, foi transformado em mosteiro, com Otília como primeira abadessa. O mosteiro passou a receber mulheres que queriam se dedicar à vida religiosa e, como o atendimento era voltado para os doentes, principalmente os incuráveis e abandonados, logo houve a necessidade de montar um hospital.
Aldarico e Benvinda, quando já mais velhos, também ingressaram no mosteiro, sendo amparados pela filha até a morte. Depois da morte do pai, todos os castelos herdados foram também transformados em mosteiros e hospitais.
Dedicando totalmente sua vida à penitência, oração e caridade, Otília morreu em 13 de dezembro de 720, sendo sepultada no mesmo mosteiro que conduziu durante tantos anos. Desde sua morte, a crença é que todos os que sofrem problemas de visão, ao molhar os olhos na fonte do mosteiro, conseguem a cura.
Em 1807, o mosteiro foi transformado em santuário, sendo visitado por todos os imperadores alemães, desde Carlos Magno. Seu túmulo recebeu a visita do Papa Leão IX do rei Ricardo I da Inglaterra. Hoje, Santa Otília é venerada como protetora dos doentes de visão, dos cegos e os oftalmologistas e a Igreja a declarou padroeira da Alsácia.
Os mosteiros e hospitais fundados por Santa Otília foram entregues aos cuidados dos monges beneditinos, que mantiveram a mesma finalidade inicial, continuando o trabalho de Santa Otília com a assistência aos pobres e aos doentes incuráveis.

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s