As pessoas que nasceram no dia 24 de dezembro parecem destinadas a viver uma vida complicada e incerta, mas muito emocionante.
Em sua vida não existem os caminhos fáceis, diretos e sem estres, mas também é certo que não possuem a capacidade de superar os maiores desafios e alcançar o sucesso.
São muitas as razões que justificam a vida estressante destes indivíduos, por mais desnecessárias que pareçam as complicações. O problema é que eles têm grandes dificuldades em reagir com tato e diplomacia em quase todas as situações, e que não aprendem facilmente com seus próprios erros. Neste sentido, poderíamos dizer que são visionários, embora (infelizmente para eles) seja difícil que os outros reconheçam e apreciem esta visão de longo prazo. Sendo assim, até que este reconhecimento tenha lugar, as pessoas de seu entorno se perguntarão por que eles insistem em complicar suas vidas, inclusive eles mesmos se perguntam por que tudo é tão complicado.
Até os vinte e sete anos de idade estes indivíduos costumam priorizar as considerações práticas e o desejo de segurança e de ordem.
Mas a partir dos vinte e oito anos as coisas começam a mudar e o mais provável é que sintam uma crescente necessidade de independência e o desejo de expressar sua individualidade. Ao completar os cinquenta e oito anos darão ênfase à receptividade emocional e será quando seu potencial intuitivo se desenvolverá e se transformará em clarividência. Independentemente da idade que tiverem, a chave de seu sucesso será a capacidade de aprender com seus próprios erros e de ser mais sensíveis e delicados com os outros, especialmente com aqueles que detectam seu potencial e querem ajuda-los. Se conseguirem incrementar a confiança em suas capacidades, não só começarão a se conhecer melhor e a conhecer melhor as pessoas de seu entorno, como também suas vidas acabarão se tornando muito mais fáceis e gratificantes. Ao chegar a este ponto, finalmente poderão ver claramente todo o seu potencial e se internarão numa fase caracterizada pela felicidade e o sucesso.
Desafio: Aprender com seus erros.
O caminho a seguir é: Entender que se determinado projeto não funciona na primeira tentativa, também não funcionará na segunda a não ser que algumas mudanças sejam introduzidas.
A favor: Inovadores, visionários, excitantes.
Contra: Confusos, obstinados, com pouco tato.

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios