Ama-me no silêncio com os olhos e com o coração

O amor pleno, tem muito de belo como tem também muito de dor!
O amor é um barco que nos pode levar, trazer e por vezes afundar.
Quando o amor é verdadeiro, mas por qualquer motivo nos afastamos ou nos distanciamos, refugiamo-nos chorando com saudade desse amor, ansiando o seu regresso e a sua presença.
O amor é o que nos move. É o nosso refúgio e o nosso regresso num dia que deve ser só nosso, Num dia sem hora marcada e sem relógio preferencialmente e fazermos dele o que bem quisermos, sem que tenhamos nada a justificar.

No silêncio de um olhar eu descobri como é bom amar!
O amor começa no olhar. Sempre no olhar! O olhar é uma fonte de afectos. Falar com os olhos, são as palavras mais sinceras e bonitas que podemos pronunciar. No silêncio e no olhar, são reveladas palavras que por vezes não são faladas.
Nos tempos de hoje fala-se muito e ouve-se pouco e muitas vezes o importante é estar calado.
Partilhar momentos importantes com a pessoa que amamos em silêncio, é uma experiência maravilhosa. Amar com os olhos. Amar com os sorrisos e até amar com as lágrimas. O olhar e o tocar diz tudo. Mas hoje em dia, há tecnologias demasiadas que nos roubam os olhares, já quase ninguém se olha como antigamente. Tudo se resume a um ecrã!

O silêncio a dois é sinónimo de cumplicidade partilhada.
Quando o simples olhar significa mil palavras, o amor atinge toda a sua plenitude e dois corações fundem-se em apenas um só!
Muitas vezes o medo de não ser amado, faz a distância parecer maior que todos os espaços. Trava, bloqueia a voz, enquanto os pensamentos se embaralham, tropeçam nas dúvidas, nas incertezas do querer e de poder dizer. E este é justamente o tamanho da distância que se opera, que mesmo que seja apenas alguns segundos, faz tornar o tempo infinitamente maior. E como resultado o que poderia ser o céu, passa a ser um inferno, levando a caminhos cada vez mais distantes. Há que se buscar espaço, não antes de dizer com os olhos, aproximar de facto os corações, que dirão mais que os lábios, sobre o querer em questão.
Ama-me no silêncio com os olhos e com o coração.

Filipe Miguel

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s