Hoje em dia as pessoas preocupam-se demais com a impressão que passam para os outros. Vivem para agradar os outros para entrarem ou se manterem numa classe social mais vistosa na sociedade. Tem outras que apenas gostam de se meter na vida de toda a gente, têm e sentem essa necessidade, porque normalmente são pessoas que não têm vida própria, são infelizes e frustradas. Mas depois existem aquelas que sentem necessidade de ajudar e apoiar quem mais precisa e acabam de se esquecer delas próprias.
Cada pessoa é como é e não tem que mudar a sua maneira de viver ou fazer o que mais gosta em relação ao que as outras vão pensar ou falar. Vivemos numa sociedade livre, por vezes demasiado livre. Mas temos que ser nós próprios, temos que ser genuínos a viver nesta sociedade de gente frustrada. Não temos que viver para alguém, temos que viver para nós próprios!

Tantas vezes que deixamos de fazer as coisas que tanto queremos fazer por causa do que os outros vão pensar ou falar.
O que é que interessa o que os outros pensam ou dizem? Simplesmente NADA!
Muitas pessoas não são capazes de dar a cara, nem seguirem o seu coração com medo do que os outros possam falar. Preferem andar escondidas ou serem marionetes nesta sociedade hipócrita para que não falem delas. Mas esquecem-se que falam na mesma.
O mais importante é não ter medo ou vergonha! Nada é errado quando se tem a convicção de estar e ser feliz!
As pessoas devem de ser felizes e fazer aquilo que as faz sentirem bem e gostam, desde que se respeitem e respeitem os outros e assim nada parece mal ou errado. Os outros sempre pensam o que quiserem, seja errado ou pareça mal, porque isso já faz parte da pessoa que se ocupa com a vida dos outros.
Vive a tua vida, com as tuas convicções independente do que os outros pensam… Porque se realmente as outras pessoas são teus amigos, ou te respeitam vão-te aceitar e crescer contigo!
Atreve-te a ser diferente!

Filipe Miguel

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios