Menu Início

Capricórnio: 11 de Janeiro

Os que nasceram no dia 11 de janeiro possuem um talento natural para analisar todas as situações e decifrar as pessoas. Encontram poucas dificuldades para descartar aquilo que não é necessário e para chegar à essência das pessoas e das coisas, emitindo juízos de valor de alta exigência. Quando se combina a percepção formidável das pessoas nascidas no dia 11 de janeiro com sua grande inteligência, nos encontramos diante de um individuo capaz de tomar decisões extremamente complexas.
Sob este talento para a avaliação e a analise, subjaz um forte sendo de justiça que sempre tenta prevalecer. Por isso, estes indivíduos se sentem obrigados a avaliar e a fazer o que é certo em todas as situações da vida, ainda que em algumas ocasiões possam ter problemas para distinguir que o juízo correto pode ser diferente, dependendo da pessoa. Como resultado disto, não é estranho que terminem por se convencer de que precisam responsabilizar-se por tudo e por todos. É então quando surgem os problemas, dado que isto pode degenerar em comportamentos dominantes, controladores ou impositivos, e conduzir à falsa crença de que sua palavra é a lei.
Do antes mencionado se deriva que para os que nasceram neste dia é importante aprender a formular suas opiniões de maneira menos vigorosa, para não ofender a quem não comparte a mesma visão. Mas nem sempre é fácil, já que sua natureza não é somente inflexível, mas também empática e compassiva. Se conseguirem focar-se nestas virtudes, não demorarão em compreender que todo o mundo tem direito à discrepância, não só eles. Normalmente, por volta dos quarenta anos, ou às vezes um pouco antes, sua sensibilidade emocional se vê fortalecida de tal maneira que podem desenvolver uma vida interior mais satisfatória e plena.
As pessoas que nasceram neste dia se mostram muito exigentes com os outros, mas exigem ainda mais de si mesmas. Posto que são valentes e contam com a determinação necessária para satisfazer estes níveis de exigência, muito frequentemente se encontrarão exercendo o papel que eles mais desejam, isto é, o de juiz. Os outros se aproximarão buscando seu conselho, seu juízo, e, quando aprenderem a serem menos inflexíveis, também sua inspiração.
A favor: Equilibrados, objetivos, justos.
Contra: dominantes, obstinados, superiores.
DESAFIO: Aceitar que às vezes algumas coisas não podem ser mudadas.
O caminho a seguir é: Entender quando não se pode mudar uma situação, ter fé e deixar que as coisas sigam seu curso.

Anúncios

Categorias:Filipe Miguel - Escritor

Filipe Miguel

O que escrevo serve para expressar situações, momentos, sentimentos... do dia a dia de todos nós. Amores e desamores. Amores clandestinos...
Os textos aqui escritos não são autobiográficos. Mas podem ser biografias de mim e de muitos de nós, aqui e além. É neste pequeno véu que fica por levantar que se encontra a sublime sensação que o resto, o resto só a nós (seres apaixonados, românticos, sensíveis, loucos...) pertence!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: