Sugestões para começar o ano em grande

Três excelentes sugestões para que comece o ano em grande: Uma é um palco de História, outra abraça, e a terceira… é mágica.

O Natal já lá vai, a passagem de ano também. Mas não se deixe assaltar por um sentimento pós-festivo. O que fez aos planos que traçou ao entrar em 2019? Não os adie.
É altura de passar à prática e concretizar uma entrada em 2019 em grande. Como? Arriscamos afirmar que haverá poucas maneiras melhores de o fazer do que viajando.
Já agora, aceita sugestões de destinos? Temos três, bem distintas entre si, mas com um denominador comum: são todas excelentes formas de arrancar bem o ano.

Berlim, um palco de História
Berlim, Alemanha. Visitar Berlim é equivalente a pisar um palco de História, uma lição com vários séculos que ainda vive. A Alemanha em geral e Berlim em particular tiveram de se reerguer depois da II Guerra Mundial. As cicatrizes estão lá e ainda bem, para que as feridas não sejam esquecidas, mas Berlim regenerou-se e tem muito – tanto – para oferecer.
As Portas de Brandemburgo são possivelmente o monumento mais conhecido da cidade. Para lá de ser expoente do classicismo, Brandemburgo, outrora signo de divisão, materializa hoje – a par do Muro de Berlim, ou do que resta dele – o espírito de uma nação reunificada. Numa passagem pela cidade obrigatório é também visitar a Ilha dos Museus. Localizada no rio Spree, ali moram cinco museus distintos: Pergamonmuseum; Altes Museum; Neues Museum; Alte Nationalgalerie; Bode-Museum. O Reichstag, parlamento alemão, a Praça de Potsdam, ou a Alexanderplatz, a maior praça da cidade, fazem também parte do roteiro essencial.

berlim, um palco de história

Madrid, a cidade que abraça
Madrid, Espanha. Quase dispensa apresentações, ou não será bem assim. Apesar da proximidade, e por muito que comunguemos de algumas semelhanças com ‘nuestros hermanos’, vale a pena conhecer a capital de Espanha a fundo. Hospitalidade é palavra de ordem por ali, ao ponto de a cidade ter adotado o abraço enquanto símbolo iconográfico.
Da gastronomia às festas e tradições, passando pela noite fervilhante sem esquecer a referência ao mundo do futebol, Madrid casa o conforto da familiaridade com a curiosidade da descoberta. O Museu do Prado está no topo da lista ao traçar a visita, que não pode também dispensar passagens pela Puerta del Sol, Plaza Mayor, Parque de El Retiro ou estádio Santiago Bernabéu.

madrid, a cidade que abraça

Miami, ‘The Magic City’
Miami, Estados Unidos. Calor, sim. Muito. Praias também, paradisíacas por sinal. Fica nos Estados Unidos e é uma grande cidade. Falamos de Miami. É das mais jovens metrópoles norte-americanas, tendo-se erguido a partir de pântanos a um ritmo tal que granjeou o título de ‘Magic City’. E por falar em ritmo, sons latinos dão o mote à banda sonora da cidade, em que a animação, nomeadamente noturna, é uma constante.
Se Miami Beach é uma das ‘mecas’ da cidade, divide o testemunho com South Beach, uma verdadeira ode ao estilo Art Deco. Little Havana, espécie de Cuba em ponto pequeno, não deve escapar a nenhum turista, bem como Coral Gables ou a ilha de Virginia Key. Um passeio por Downtown Miami ou uma visita a Coconut Grove são outras das propostas que deixamos.

miami, 'the magic city'

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Um comentário

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s