Dia de São Sebastião

O Dia de São Sebastião é comemorado anualmente em 20 de janeiro.
São Sebastião é o padroeiro do Rio de Janeiro, pois os portugueses exploraram as águas da Baía de Guanabara neste dia. Assim, a cidade foi batizada como São Sebastião do Rio de Janeiro.
A data é celebrada com uma liturgia especial na igreja católica e nas cidades, sob sua proteção, costumam organizar procissões e romarias.
São Sebastião também é o padroeiro dos atletas e militares.

História de São Sebastião
Existem algumas divergências sobre o local de nascimento de São Sebastião, no entanto, a teoria mais aceita diz ter sido em Milão, na Itália.
São Sebastião defendeu os cristãos e a sua fé durante o reinado do imperador romano Diocleciano, sendo condenado à morte por desobedecer os seus comandos. Sebastião foi amarrado em uma árvore e alvejado com muitas flechas. Porém, não morreu, pois foi salvo por uma viúva chamada Irene que ajudou a curar todos os seus ferimentos.
Depois de recuperado, Sebastião voltou a enfrentar o imperador Diocleciano. Desta vez, foi condenado a ser açoitado até à morte.
São Sebastião morreu em 20 de janeiro de 288 d.C., sendo a data de sua morte escolhida pela igreja católica para homenagear o mártir pelas suas ações de coragem e fidelidade ao Cristianismo.

Sincretismo Religioso
Para as religiões afro-brasileiras, como a Umbanda e o Candomblé, São Sebastião é identificado com o orixá Oxóssi, protetor das matas.
Por isso, em vários terreiros, são realizadas festas em honra deste Orixá.

Oração a São Sebastião
“Glorioso mártir São Sebastião, valoroso padroeiro e defensor da cidade do Rio de Janeiro, vós que derramastes vosso sangue e destes vossa vida em testemunho da Fé em Nosso Senhor Jesus Cristo, alcançai-nos do mesmo Senhor a graça de sermos vencedores dos nossos verdadeiros inimigos: o ter, o poder e o prazer, que fazem viver sem Fé, sem Esperança e sem Caridade.
Protegei, com a vossa poderosa intercessão, os filhos desta Terra. Livrai-nos de toda Epidemia Corporal, Moral e Espiritual. Fazei que se convertam aqueles que, por querer ou sem querer, são instrumentos de infelicidade para os outros. E que o justo persevere na sua fé e propague o amor de Deus, até o triunfo final. Amém”.

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s