Menu Início

Amores Clandestinos

“…
Muitos me chamaram de amigo, mas poucos ficaram comigo, com os falsos muito tempo eu passei, mas por sorte eu não me apeguei, já me fizeram sorrir, como tanto chorar, mas os meus verdadeiros amigos, eu irei eternizar.
…”

  • Filipe Miguel

Este excerto foi retirado do livro “Amores Clandestinos”.
O livro encontra-se à venda nos locais habituais e em http://www.chiadobooks.com/livraria/amores-clandestinos

Anúncios

Categorias:Literatura Livro Amores Clandestinos

Filipe Miguel

O que escrevo serve para expressar situações, momentos, sentimentos... do dia a dia de todos nós. Amores e desamores. Amores clandestinos...
Os textos aqui escritos não são autobiográficos. Mas podem ser biografias de mim e de muitos de nós, aqui e além. É neste pequeno véu que fica por levantar que se encontra a sublime sensação que o resto, o resto só a nós (seres apaixonados, românticos, sensíveis, loucos...) pertence!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: