Amores Clandestinos

“…
No teu abraço eu queria estar, dado devagarinho e sentindo o teu coração com o meu coração. Porque um abraço pode ser e significar muito mais do que aparenta ser.
…”

  • Filipe Miguel

Este excerto foi retirado do livro “Amores Clandestinos”.
O livro encontra-se à venda nos locais habituais e em http://www.chiadobooks.com/livraria/amores-clandestinos

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s