Menu Início

Signo Aquário: nascidos a 3 de fevereiro

As pessoas nascidas no dia 3 de fevereiro possuem uma mente curiosa e inquisitiva que favorece o gosto pela variedade e a mudança constante. Costumam romper os modelos e nada os estimula mais do que a perspectiva de um desafio ou uma nova experiência. Contudo, sua unicidade radica em que uma vez que se implicam ativamente numa tarefa, não podem dividir sua atenção.
Quando exploram uma coisa até conhecer todas as entrelinhas, perdem a motivação e imediatamente procuram estímulos em outro lugar. Este enfoque, aplicado à vida, traz o risco de saltar de uma coisa à outra sem realmente aprofundar-se em sua compreensão. No entanto, quando encontrarem algo que os toque verdadeiramente, não pensarão duas vezes em investiga-lo até desentranhar cada um dos seus segredos.
Estas pessoas não só usufruem dos desafios, como precisam deles para sentir-se vivas. Se não encontram nada que desafie seu intelecto, pode ser que resolvam colocar desafios para si mesmas. Por exemplo: estabelecer prazos impossíveis no trabalho e esforçar-se fisicamente mais além de seus próprios limites. É, então, muito importante que aprendam maneiras construtivas de entender e lidar com o tédio.
Seu maior medo é perder a liberdade pessoal que lhes permite explorar novas fronteiras. Se isto acontecer, pode resultar num medo atroz ao compromisso com seus companheiros e familiares, assim como em condutas erráticas e escassamente fiáveis. O anteriormente citado não significa que sejam incapazes de aproximar-se emocionalmente dos outros, tão só precisam sentir que durante a aproximação em nenhum momento sacrificaram sua liberdade pessoal. Entre os dezessete e os quarenta e seis anos de idade, encontrarão oportunidades para desenvolver uma maior aproximação emocional com outras pessoas, sendo que posteriormente viverão num ponto de inflexão do qual sairão reforçadas, mais seguras e com mais recursos para aceitar o compromisso.
As pessoas que nasceram no dia 3 de fevereiro serão muito mais felizes se conseguirem entender que quando outras pessoas buscam sua companhia não necessariamente estão tentando prendê-las. De fato, uma vez que conseguirem resistir à sua tendência a retroceder quando os sentimentos se intensificam, haverá poucas situações às quais não possam se adaptar e serão poucos os problemas que não possam resolver com sua natural fortaleza.
A favor: Inventivos, originais, detalhistas.
Contra: Distantes, impacientes, escassamente fiáveis.
DESAFIO: Aprender a lidar com o tédio. O caminho a seguir é: conceber o tédio como se fosse uma oportunidade para relaxar e dedicar tempo a pensar no que se quer da vida.

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Categorias:Nascidos a...

Filipe Miguel

O que escrevo serve para expressar situações, momentos, sentimentos... do dia a dia de todos nós. Amores e desamores. Amores clandestinos...
Os textos aqui escritos não são autobiográficos. Mas podem ser biografias de mim e de muitos de nós, aqui e além. É neste pequeno véu que fica por levantar que se encontra a sublime sensação que o resto, o resto só a nós (seres apaixonados, românticos, sensíveis, loucos...) pertence!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: