Signo Peixes: nascidos a 26 de Fevereiro

Costuma-se dizer que as pessoas nascidas no dia 26 de fevereiro são almas velhas, porque parecem muito confortáveis em sua pele. Têm um conhecimento profundo da vida e do funcionamento do mundo, bem como sobre o que move as pessoas.
Quando este conhecimento profundo se conjuga com sua imagem impessoal e até certo ponto desapegada, quem os rodeia pode chegar a sentir admiração. De fato, poderia se dizer que exercem um poder hipnótico sobre os outros. Não é em vão que as pessoas tendem a fazer o que eles dizem ou a seguir seu exemplo. É importante que não abusem deste poder, embora raramente o façam, já que têm um alto senso de integridade e de justiça social. Sempre procuram se focar nos aspectos positivos das pessoas e das situações. E seu otimismo insubornável se mostra muito revelador.
Um dos perigos que os nascidos nesta data enfrentam é sua tendência a dar lições de vida e vociferar, ou emitir opiniões muito estritas e fortes.
Frequentemente não conseguem perceber que estão mostrando esta faceta negativa de sua personalidade, que alcança seu ápice entre os vinte e quatro e os cinquenta e quatro anos de idade. Durante estes anos devem se rodear de seres queridos, amigos e pessoas que os advirtam quando estiverem transitando por este caminho. Felizmente, respondem extremamente bem à crítica construtiva e têm a capacidade de mudar seus modos. Se alguém consegue tocar seu ponto mais sensível e mostrar seus sentimentos, geralmente se transformam em seres mais equilibrados e completos.
Usualmente dotadas de uma grande sabedoria, são pessoas capazes de estimular e inspirar os outros e ajudá-los a vencer nos assuntos materiais. Ainda que seja verdade que adoram o reconhecimento social, uma parte de sua pessoa se sente mais confortável no papel de observador privilegiado. Algumas vezes podem chegar a sentir a urgência de estar sozinhos com seus pensamentos ou de sacrificar-se por uma causa mais elevada. Não obstante, tratando-se de almas sábias, já terão aprendido que é importante estabelecer vínculos emocionais com os outros, de maneira que quando sintam a necessidade de se retirar não será para se isolar do mundo, mas para recuperar as energias antes de dar o próximo passo.
A favor: Lúcidos, hipnóticos, honestos.
Contra: Dogmáticos, de animo variável, severos.
DESAFIO: Não levar as coisas tão a serio. O caminho a seguir é: entender que o humor usado positivamente pode ser uma ferramenta poderosa para fazer o bem.

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s