Dia de São Guálter

O Dia de São Guálter é comemorado no dia 8 de abril em homenagem ao religioso franciscano que viveu no século XIII. O santo é o padroeiro da cidade portuguesa de Guimarães.

A vida de São Guálter
A história não registra o ano e o local de nascimento de São Guálter. As primeiras informações sobre ele versam sobre sua chegada a Portugal, no ano de 1217, enviado por São Francisco de Assis com o objetivo de difundir a recém-criada Ordem dos Frades Menores Franciscanos.
Juntamente com Guálter estava o frei Zacarias que, depois de chegar a Portugal, tomou o rumo do sul do país, criando conventos em Alenquer e Lisboa, enquanto Guálter fixou residência em Guimarães.
De início, frei Guálter estabeleceu-se junto ao monte de Santa Catarina, no local denominado Fonte Santa, na aldeia de Urgeses, próximo à cidade. Em virtude de suas pregações e ações caridosas, Guálter logo ganhou a simpatia dos habitantes de Guimarães, levando os frades que então já o acompanhavam a se mudar para um local mais próximo à cidade, região que passou a ser chamada São Francisco Velho e, mais tarde, Minhotinho, onde se estabeleceu a primeira casa franciscana.
A morte de Frei Guálter deve ter ocorrido em 1259, sendo ele sepultado no primitivo convento. Em 1271, os frades remanescentes se mudaram para um edifício que se localizava perto das muralhas de Guimarães. No entanto, em razão de comprometer a segurança da vila, o edifício foi demolido em 1325 por ordem de Dom Dinis, sendo construído um terceiro convento apenas no século XV, por ordem de Dom João I.
Frei Guálter foi objeto de culto popular desde sua morte, tendo sido atribuído a ele a realização de diversos milhares, tantos que levaram à criação da Irmandade de São Guálter, em 1527. Em 1577, a Irmandade edificou uma capela na Igreja do Convento da Ordem, local onde foram depositados os restos mortais do santo e, desde aquela época, organizou-se uma procissão anual em sua homenagem.
Em 1750, a capela de São Guálter foi demolida e novamente construída em 1800. Em meados do século XIX, o altar da irmandade foi modificado para a Igreja dos Santos Passos de Guimarães, onde pode-se encontrar uma imagem do santo, esculpida nesse mesmo século.
No ano de 2009 foram descobertos restos escondidos numa antiga imagem de roca, na igreja franciscana, que foram considerados como relíquias de São Guálter, o padroeiro de Guimarães, que até hoje celebra em agosto as Festas Gualterianas.
A Ordem Terceira de São Francisco fez a solicitação de realização de exames científicos para datar os ossos descobertos e, depois de selada, a imagem onde se encontravam os ossos do santo será novamente colocada à veneração no local em que se encontrava.

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s