Menu Início

Dia da Engenharia

O Dia da Engenharia comemora-se no Brasil anualmente no dia 10 de abril.

Origem do Dia da Engenharia
O Dia da Engenharia surgiu como homenagem ao Tenente Coronel João Carlos de Villagran Cabrita, morto no dia 10 de abril de 1866. Villagran Cabrita era o Comandante do 1º Batalhão de Engenharia na Guerra da Tríplice Aliança. Uma explosão tomou a sua vida, assim como as de outros combatentes, junto ao rio Paraná.

Importância da Engenharia
No Dia da Engenharia, são relembradas as vantagens que essa atividade trouxe para a vida humana em sociedade. Ciência e matemática se unem com o propósito de resolver problemas e criar estruturas que facilitam e muitas vezes revolucionam completamente a vida humana. Edifícios, máquinas, computadores e até avanços em áreas como a genética se devem à engenharia.

Tipos de Engenharia
– Engenharia Civil
– Engenharia Química
– Engenharia Biomédica
– Engenharia de Petróleo e Gás
– Engenharia Elétrica
– Engenharia Aeronáutica
– Engenharia de Aquicultura
– Bioengenharia
– Engenharia Ambiental
– Engenharia de Alimentos
– Engenharia Cartográfica
– Engenharia Metalúrgica
– Engenharia de Energia
– Engenharia de Materiais
– Engenharia de Pesca
– Engenharia de Computação
– Engenharia de Controle e Automação
– Engenharia em Agrimensura
– Engenharia Agrônoma
– Engenharia Agrícola
– Engenharia Acústica
– Engenharia de Segurança no Trabalho
– Engenharia de Horticultura
– Engenharia Física
– Engenharia Florestal
– Engenharia de Minas
– Engenharia Naval
– Engenharia Mecânica
– Engenharia Hídrica
– Engenharia Mecatrônica
– Engenharia em Tecnologia Têxtil e da Indumentária?
– Engenharia Sanitária
– Engenharia de Telecomunicações
– Engenharia de Produção
– Engenharia Têxtil

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Categorias:Datas, eventos e acontecimentos históricos Filipe Miguel - Escritor

Filipe Miguel

O que escrevo serve para expressar situações, momentos, sentimentos... do dia a dia de todos nós. Amores e desamores. Amores clandestinos...
Os textos aqui escritos não são autobiográficos. Mas podem ser biografias de mim e de muitos de nós, aqui e além. É neste pequeno véu que fica por levantar que se encontra a sublime sensação que o resto, o resto só a nós (seres apaixonados, românticos, sensíveis, loucos...) pertence!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: