Menu Início

Dia de Santo Expedito

O Dia de Santo Expedito comemora-se a 19 de abril.
A história de Santo Expedito, o santo das causas urgentes e impossíveis, é vaga. Acredita-se que Expedito foi um comandante de uma legião de soldados romanos em defesa das províncias romanas na Arménia contra o ataque de bárbaros asiáticos.
Terá morrido martirizado a 19 de abril de 303, em Melitene, na Arménia, às mãos do imperador Diocleciano, por recusar-se a negar a fé cristã.
Em diversas igrejas do mundo encontram-se estátuas representando Santo Expedito num traje legionário, com uma mão a segurar uma palma e outra uma cruz com a palavra hodie (hoje). O nome Expedito terá sido utilizado para caracterizar o santo legionário, sempre pronto a agir e a cumprir o seu dever.
A lenda conta-nos que quando Expedito quis se converter, uma tentação se manifestou em forma de corvo à sua frente, gritando “Crás! Crás!” (“Amanhã! Amanhã!” em latim). O legionário não deu ouvidos ao pedido de adiamento do seu batismo e pisou o corvo dizendo: “Hodie! Hodie!” (“Hoje! Hoje!”).

Oração a Santo Expedito
Oh! Meu Santo Expedito das causas justas e urgentes, intercede por mim junto a Nosso Senhor Jesus Cristo, para que venha em meu socorro nesta hora de aflição e desesperança. Meu Santo Expedito, tu que és o Santo guerreiro; tu que és o Santo dos aflitos e desamparados; tu que és o Santo dos desempregados; tu que és o Santo das causas urgentes, protege-me, ajuda-me, concedendo-me força, coragem e serenidade. Atende meu pedido! (Fazer o pedido)

Meu Santo Expedito ajudai-me a superar estas horas difíceis, protegendo-me de todos os que possam prejudicar-me, protegendo minha família, atende meu pedido com urgência, devolvendo-me a paz e a tranquilidade. Meu Santo Expedito! Estarei agradecido pelo resto da minha vida e propagarei teu nome a todos os que tiverem fé.
Ámen!

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Categorias:Datas, eventos e acontecimentos históricos Filipe Miguel - Escritor

Filipe Miguel

O que escrevo serve para expressar situações, momentos, sentimentos... do dia a dia de todos nós. Amores e desamores. Amores clandestinos...
Os textos aqui escritos não são autobiográficos. Mas podem ser biografias de mim e de muitos de nós, aqui e além. É neste pequeno véu que fica por levantar que se encontra a sublime sensação que o resto, o resto só a nós (seres apaixonados, românticos, sensíveis, loucos...) pertence!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: