Menu Início

Apetecia-me Queria Desejava

Apetecia-me que hoje estivesses aqui e me desses um abraço. Um daqueles abraços que me fazem esquecer tudo e todos. Um abraço que só por estares, dá-me muita paz e tranquilidade.
Um abraço sincero. Aquele abraço que transmite segurança, conforto e carinho. Um abraço feito de quatro braços e que se fundem em dois braços. É a sintonia perfeita do abraço!
Queria sentir aquela sensação de quando abraças alguém de quem gostas muito. Ficar ali apenas assim abraçados e sentir o poder que o abraço tem.
Desejava sentir ser criança outra vez. Onde os problemas não existem, nem preocupações, de quando ainda não temos a verdadeira noção e realidade da vida.
Apetecia-me poder voltar a sentir aquela leveza de espírito, devido à ingenuidade ainda ser criança. Poder fantasiar sem que me chamem de louco. Sentir aquela inocência de ser criança e poder querer nadar numa piscina de chocolate. Deslizar num escorrega de chantilly. Poder correr num campo de gomas. Planar num cone de gelado. E tudo isto parece-me tão bem e tão normal.
Sabe tão bem sentir uma sensação assim!

Apetecia-me viajar num balão. Vaguear pelo o céu e pelo o mundo e ir até ao teu encontro. Levar-te comigo sem rota nem destino. Apenas tu e eu. Esquecer todos os problemas e apenas poder abraçar-te, descansar no teu colo e aninhar o meu corpo no teu.
Queria abraçar e fazer dele a minha morada.
Queria poder dar-te um beijo, mas não um beijo qualquer. Um beijo daqueles que nos deixam com um sorriso e satisfação de orelha a orelha.
Desejava despir os problemas do meu corpo e entregar o meu corpo nu e puro ao amor. Em todos os meus defeitos, indecisões e imperfeições, é em ti que perco e em ti que me encontro.

Apetecia-me, queria e desejava pensar que as palavras nos trazem sabores, sensações e ternuras.
Apetece-me, pronto!

  • Filipe Miguel

Podem acompanhar e seguir tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

ou através da página Filipe Miguel-Blogger e Escritor no facebook em:
https://www.facebook.com/FilipeMiguel.Escritor/

Anúncios

Categorias:Desejo, Amor & Romance Filipe Miguel - Escritor Literatura

Filipe Miguel

O que escrevo serve para expressar situações, momentos, sentimentos... do dia a dia de todos nós. Amores e desamores. Amores clandestinos...
Os textos aqui escritos não são autobiográficos. Mas podem ser biografias de mim e de muitos de nós, aqui e além. É neste pequeno véu que fica por levantar que se encontra a sublime sensação que o resto, o resto só a nós (seres apaixonados, românticos, sensíveis, loucos...) pertence!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: