Menu Início

Sonhar

Eu tenho um sonho!
Todos nós temos pelo menos um sonho. Quem não tem sonhos, não sabe viver ou não sabe o que é viver!
É tão bom sonhar. E como é tão bom poder sonhar. Poder sair desta realidade nua e crua e poder viajar e vaguear sem preocupações. Mas a vida não são só sonhos. A vida é uma luta diária e com garra para não nos perdermos nas batalhas da vida. Os sonhos tornam-se por vezes um escape para sairmos desta realidade por uns meros instantes, mas os sonhos também são motivo e metas para lutarmos e conquistarmos o nosso espaço dos nossos sonhos.

A vida é feita de mudanças. Mudanças radicais. Mudanças repentinas. Mudanças planeadas e não planeadas. As mudanças na vida têm de acontecer para não entrarmos em rotina. Temos que aceitar e embarcar na roda da vida.
É nas voltas da roda da vida que as mudanças acontecem. É a melhor maneira de ver as coisas a acontecer, a modificarem-se, alterarem-se com mais ou menos clareza. Mas aqui nas voltas da roda da vida que tudo acontece.

É mais tranquilo para a alma viver de sonhos do que de certezas, que afinal podem não ser assim tão certas. Mas melhor que tudo, é quando vivemos os sonhos na realidade, e isso é o que podemos ter de melhor na vida. Viver um sonho na mais pura e palpável realidade.
Hoje sei que a vida surpreende-nos a cada dia que passa e não podemos ter certeza de nada, ou de quase nada. Na vida nada está definido, está tudo numa constante mudança, porque nem tudo depende somente de nós. Os caminhos são trilhados por nós e só controlamos o que pudemos controlar.
Mas sonhar não custa.

  • Filipe Miguel

Podem acompanhar e seguir tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

ou através da página Filipe Miguel-Blogger e Escritor no facebook em:
https://www.facebook.com/FilipeMiguel.Escritor/

Anúncios

Categorias:Desejo, Amor & Romance Literatura

Filipe Miguel

O que escrevo serve para expressar situações, momentos, sentimentos... do dia a dia de todos nós. Amores e desamores. Amores clandestinos...
Os textos aqui escritos não são autobiográficos. Mas podem ser biografias de mim e de muitos de nós, aqui e além. É neste pequeno véu que fica por levantar que se encontra a sublime sensação que o resto, o resto só a nós (seres apaixonados, românticos, sensíveis, loucos...) pertence!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: