Maldito tempo passa sem nos avisar

Standard

Maldito tempo este!
Muitas vezes passa e não damos por isso. Perdemos momentos, perdemos oportunidades, perdemos pessoas… perdemos sorrisos, perdemos carinhos, perdemos abraços, perdemos beijos…
Muitas vezes perdemos, porque pensamos que ainda temos tempo, ou que ainda há tempo para o tempo que já não temos
Pura ilusão. O tempo é como o vento, voa. Umas vezes é ameno e outras vezes é muito forte, aí sim passa num sopro! E passa tão rápido que nem dá tempo para aproveitar o tempo e quando nos apercebemos, já passou o tempo. E o tempo não volta atrás. O tempo só passa uma única vez. Quem apanhou e acompanhou o tempo, é feliz. Não deixou que nada ficasse para trás, que nada se perdesse. As vivências tem o tempo certo. E não uma segunda oportunidade e quando há, já não será como a primeira. Porque a primeira é única.
O tempo é aquele tempo que passa sem dar-mos por ele. Só nos resta vivê-lo como se acabasse hoje, para que cheguemos ao destino e sorrirmos por termos tido o tempo de viver e saber aproveitar.

Somos escravos dos relógios e o nosso dono é o tempo!
Criam-se tarefas, metas, lembretes. Quantas das tarefas ficam a meio? E quantas delas são adiadas ou ficam perdidas para sempre?
Devemos viver cada um com o seu tempo, pois se assim não fosse seria o caos. Todos nós temos um ritmo muito próprio, desde o acordar ao deitar. Bioritmos distintos!
A vida é assim mesmo. Um sopro mais veloz que um cavalo de corrida. Não devemos deixar o nosso tempo passar. Devemos é tentar realizar o máximo de sonhos possível.
Tudo tem o seu tempo. A nossa música, o nosso cheiro, o nosso tempo no nosso momento certo!
Nunca se atrasem para os vossos sonhos!
Concretizem agora, enquanto ainda há tempo!

Filipe Miguel

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Anúncios

Investe a tua vida em quem realmente se importa contigo

Standard

Mundo estranho este em que vivemos! Precisamos aprender a amar e a fazer do amor uma entrega sincera e permanente.
No amor nada nos é servido de bandeja. É nos exigido inteligência, amor próprio e respeito, ingredientes essenciais que devidamente envolvidos, nos servem a pessoa que vale a pena!
A realidade é muito simples e salta aos olhos de qualquer um que pare para pensar!
Amar hoje é tão difícil, exatamente porque hoje ninguém quer entender o que é o AMOR!
A vida hoje é para ontem, porque amanhã é tarde…
Todos nós somos de alguma forma culpados como a humanidade vive hoje!
O amor nunca vai ser encontrado na outra pessoa enquanto não o encontrarmos em nós mesmos e acho que o problema da maioria das pessoas é que ainda não encontraram o amor nelas próprias e então depois exigem do outro aquilo que elas não conseguem alcançar.
Mas há pessoas diferentes umas das outras, as quais fazem de tudo para nos deixar bem e segurar a nossa mão.
Escolher quem amar? Simplesmente não se escolhe uma pessoa para amar, como se escolhe uma roupa para vestir, ou um restaurante para ir jantar, ou um animal de estimação ou uma antiguidade. Isso não faz qualquer sentido. Os sentimentos não são programáveis. E além disso, como saber que essa pessoa escolhida vai ficar ao nosso lado contra ventos e marés?
Não existem pessoas perfeitas. Existem as que amam mas não o sabem demonstrar, existem as que amam mas são egocêntricas, existem as que se acomodam numa relação e nem sabem bem porquê e existem as bestas. As bestas são aquelas pessoas que não entendem as más disposições dos outros, que não nos decifram com o olhar, que não vão até ao fim do mundo para nos apoiarem num problema e que ainda por cima fazem questão de dizerem que a culpa é sempre do outro.
Toda a gente no mundo espera sempre receber amor. O dar sem receber não existe, por muito que a pessoa seja simples e não interesseira. Se não se tem, não se pode dar. Dar e receber, é a perfeita simbiose de que a natureza se serviu para que tudo desse resultado.
Mais importante do que saber o que se quer, é ter noção do que queremos de certeza e do que não queremos na vida. Discutem-se relações, formas de estar, amores, desamores, entendimentos, cumplicidades. Há até quem consiga fazer dissertações sobre relações ou sobre com quem ficar sem uma única vez se referir ao mais básico, ao amor. O problema é que todos sentem que amam ou já amaram. Mas aquilo a que chamam de Amor é que pode ser muito diferente. E há pessoas que são incapazes de amar verdadeiramente.
Para mim o problema da maioria das pessoas é que investem muito no outro, em vez de investirem em si mesmas. Quando a expectativa é alta em relação ao outro, é claro que o outro dificilmente vai corresponder a essa expectativa, precisamente porque fomos nós que a criamos na nossa cabeça. Nós somos seres imperfeitos, e bastante complexos. A nossa cabeça fala mais alto que o nosso coração. Às vezes nem sabemos distinguir qual deles está a falar mais alto! Ficamos confusos, não sabemos o que queremos, porque somos mesmo assim contraditórios! Por isso existem tantas guerras, por isso existem os filósofos, as religiões! Porque é impossível requerer isso de alguém que não a nós mesmos… Somos todos diferentes sem excepção e às vezes num período em que estamos em baixo, o nosso parceiro(a) pode-se encontrar num período da vida em que simplesmente não tem capacidade para nos apoiar. E é ai que as cobranças começam e que as relações descambam. Por isso, vamo-nos amar a nós mesmos e não exigir de ninguém aquilo que até nós mesmos não somos capazes de fazer muitas vezes.
O primeiro passo é investir-mos em nós próprios, só depois podemos investir em quem realmente se importa connosco.
Investe-te e sê feliz!

Filipe Miguel

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Descomplicar é fundamental

Standard

Descomplicar é fundamental!
É necessário descomplicar para vivermos melhor, com mais alegria, mais amor… é muito difícil sermos plenamente felizes sozinhos!
Descomplicar faz bem, é imprescindível e fundamental para a nossa felicidade plena. Há quem diga que há males que vêm por bem. No entanto acredito que nem tudo o que reluz é ouro e muitos são aqueles que se vestem de ovelha, mas no fundo são lobos, simplesmente à espreita da melhor oportunidade para atacar a sua presa…!
Neste mundo cão que é este em que vivemos, nos tempos que correm todo o cuidado é pouco, o traje não faz o monge e muitos não aparentam ser aquilo que são, outros porém mostram tudo o que se pode esperar deles. Sem sombra de dúvida eu prefiro sempre o que está à vista, caixinhas de surpresas sinceramente não faz muito o meu género, quando se começam a revelar pensamos, a emenda saiu pior do que o soneto, é velhinho este ditado como tantos outros, e tive o privilégio de já ter tido um pouco de tudo na vida.
Eu prefiro escutar a voz dos sábios, até porque o coração até ele por vezes nos atraiçoa, fica a dica e o conselho.
Claro que cabe a cada um de nós meditar nos prós e contras e talvez dar um tempo antes de tomar uma qualquer decisão precipitada!
É necessário e imprescindível descomplicar, para se viver melhor!

Filipe Miguel

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Encontrar a minha estrela

Standard

Às vezes sinto-me sozinho!
Por vezes sou um brincalhão, outras vezes um pica-miolos. Mas bem lá no fundo sinto-me sozinho, é nesse momento de solidão que me encontro e vejo como realmente estou. É um momento em que vejo que a vida está a passar e eu sem a aproveitar. Neste meu jeito reservado, calmo, tímido, prende-me sem me deixar curtir a vida ao máximo.
Ninguém deve ficar sozinho, é preciso ter alguém ao lado a dar força e amor.
Por vezes tenho mudanças de humor drásticas, a falta de muita coisa deixa-nos assim. Acho que às vezes é inevitável sentirmos sozinhos, mas quando ficamos demasiado tempo sozinhos é preocupante e deve fazer mal à saúde.
Por vezes nem eu me entendo, sinto-me confuso e triste.
Talvez eu só precise de alguém! Alguém que me encaminhe e me ilumine.
O que eu preciso é só de encontrar a minha estrela, para me encaminhar e me guiar. É só o que eu preciso neste momento, encontrar a minha estrela!
O que é que eu preciso?
Preciso da minha estrela!

Filipe Miguel

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Verdadeiros amigos, são pessoas-bússolas

Standard

A amizade, os verdadeiros amigos estão sempre presentes de sempre e para sempre.
São pessoas-bússolas que nos guiam, que nos ajudam a indicar o caminho correcto, mesmo que por mais difícil que seja.
Um verdadeiro amigo é como família, como um verdadeiro amor, um mais que tudo… Um laço, tão forte, tão importante e tão especial, que todos necessitam ter nas suas vidas.
São como um fio com comportamento elástico, um fio que nunca se romperá, sem hipótese de passar a plástico, fios que sabem o que fazem e que jamais atingiram o ponto de rotura.
Sim isso é a verdadeira amizade, um amigo é para o bom e para o mau, nos bons e maus momentos, o verdadeiro amigo é para a vida inteira e não só para um dia, ou só para quando as coisas correm bem.
Que tudo possa ser sempre assim, com muito sentimento, verdade e alegria.
Não é preciso ter muitos amigos, mas sim bons amigos que nos enchem a alma.
Serão sempre o nosso porto de abrigo tanto nos dias bons como nos dias menos felizes. Agradecer por estarem presente em todos os momentos.
Obrigado por me ouvires e dares os melhores conselhos. Obrigado por estares em silêncio quando é preciso. Obrigado por rires e chorares comigo. Obrigado por seres quem és. Hoje e Sempre!

Filipe Miguel

Verdadeiros amigos, são pessoas-bússolas

És o meu amor

Standard

A vida é mesmo assim!
Ela é feita de encontros e desencontros. Amores e desamores. Chegadas a tempo e fora de tempo. Vitórias e derrotas…
À uma hora certa para tudo na vida. Por vezes essa hora certa aparece tarde demais. E eu encontrei-te. Sim, finalmente encontrei-te!
Cheguei tarde, fora de tempo. Este amor tornou-se num amor proibido, não impossível, mas proibido.
Tu és a razão para que nunca tivessem dado certo as minhas relações anteriores. O amor que sinto por ti, não tenho palavras capazes e suficientes para o descrever. Nunca ninguém me tocou assim tão forte, tão intenso, tão bonito…
Nunca me senti assim como estou hoje. Quero-te dizer que te amo, com todas as letras que a palavra tem. Amo-te! Sim, amo-te! Mas cheguei tarde! Quero-te dizer tanto o que sinto por ti todos os dias, mas sei que não o devo fazer, mas ao mesmo tempo devo fazer. Raios, porque é tão difícil isto. Tão difícil dizer que te amo! Certamente não me vais bater e ao mesmo tempo tens também o direito de saber o que sinto por ti. Porque é que o Amor é tão difícil?
Tu complestas-me. És a razão do meu sorriso.
Tu tens um brilho intenso dentro de ti. O teu brilho tem poderes mágicos e encantadores.
Tu és o meu desfibrilador, que abanou o meu coração. Ele hoje bate num ritmo louco e apaixonado por ti.
Tu és um anjo que me caiu na minha vida. Tens poderes mágicos e divinos, és a minha dádiva de Deus para iluminares os meus dias.
O teu jeito de menina brincalhona, meiga, encantadora, sedutora, simpática, amiga, honesta, sincera… conquistou o meu coração.
Por ti hoje sou mais feliz. Alegras-te o meu coração. Deste-lhe vida. Deste-lhe Amor!
No meio das tuas inseguranças, és uma mulher segura de si mesmo, és uma mulher de armas, mesmo que duvides disso mesmo em ti.
Por ti me apaixonei e não sei o que fazer.
Amo-te! Mas não sei o que fazer.
Sei que te devo dizer, mas ao mesmo tempo não o posso fazer. Mas devo fazer, mas ao mesmo tempo não posso dizer.
São estes os meus dias. É este o meu amor que sinto por ti.
És um amor.
És o meu amor.

Filipe Miguel

És o meu amor

Solidão não é estar só é estar vazio

Standard

Estar no meio de uma multidão e sentir a falta de alguém.
Não é estar vazio! É não ter quem queira receber o teu recheio!
É tão fácil a solidão instalar-se em nós e nem sempre há energia para arranjar soluções, porque estamos desgastados dos tais dias atribulados e preenchidos de afazeres e o vazio aparece enorme e avassalador.
Porquê mais tempo para isso? Porque não arranjamos mais tempo para partilharmos com aqueles para quem não temos tempo durante o longo período da vida? Podem fazer-se tantas coisas agradáveis em conjunto, daquelas que de tão agradáveis que são, até nos dão vontade de não as interromper ou de as voltar a repetir. É um modo excelente de não estarmos fechados num qualquer lugar distante para nos sentirmos isolados do mundo.
A verdadeira solidão é ter muito para dar e ninguém para receber, é um grande vazio.

Filipe Miguel

Solidão não é estar só é estar vazio

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Texto retirado do livro Amores Clandestinos
Já disponível em livro à venda nos locais habituais e em http://www.chiadobooks.com/livraria/amores-clandestinos